Metodologia agile: entenda os principais tipos de métodos ágeis

6 minutos para ler

Um dos grandes objetivos das empresas é gerenciar projetos de maneira a maximizar sua produtividade e garantir a satisfação dos clientes. Foi com esse propósito que, em 2001, foi criado o Manifesto Ágil, que descreve os princípios e valores que devem ser seguidos em uma metodologia agile.

As metodologias agile surgiram como uma alternativa à gestão tradicional de projetos em cascata, com o objetivo de tornar o fluxo de trabalho mais eficiente. Além disso, elas permitem fazer entregas graduais e mais rápidas para os clientes, o que garante que suas expectativas sejam atendidas com objetividade.

Quer saber quais são as metodologias agile mais utilizadas nas empresas e suas principais vantagens? Continue a leitura do texto!

Kanban

O método Kanban permite visualizar e gerenciar melhor o fluxo de trabalho da equipe por meio de cartões coloridos. Ele foi criado no Japão, com o objetivo de tornar o trabalho na Toyota mais eficiente e garantir que a produção de peças na fábrica fosse feita de acordo com a demanda.

Com o passar do tempo, o Kanban passou a ser adotado em empresas de diversos ramos e em diferentes setores, como o de desenvolvimento de software, marketing, vendas, recrutamento etc. Isso se deve principalmente à sua simplicidade e facilidade de implementação.

O método oferece as seguintes vantagens:

  • ajuda na identificação de gargalos nos processos;
  • facilita a comunicação entre as equipes;
  • mantém as tarefas organizadas;
  • melhora a produtividade e evita atrasos nos projetos.

A implementação do Kanban consiste na criação de um painel para organizar as tarefas, sendo que cada uma delas é representada por meio de um cartão colorido ou post-it.

Caso a empresa ache mais adequado, pode criar o quadro de maneira digital, por meio de um software ou de sites específicos. As tarefas devem ser divididas em três quadros, que representam o fluxo de trabalho:

  • a executar — devem ser colocadas as tarefas que ainda precisam ser iniciadas;
  • em execução — são posicionadas as tarefas que já estão sendo realizadas pela equipe;
  • feito — ficam as tarefas que já foram concluídas;

O importante é que as tarefas fluam de maneira rápida e sem gargalos entre as três etapas representadas no quadro. Caso isso não aconteça, é preciso identificar os motivos e corrigir os problemas para aumentar cada vez mais a eficiência dos processos.

Lean

A metodologia Lean também teve sua origem na Toyota, no início do século XX, sendo conhecida como Toyota Production System (TPS). Desde então, ela passou por diversas adaptações dentro da própria empresa para atender melhor às suas necessidades, até chegar ao ponto de ser utilizada em negócios de outros setores.

Um dos principais objetivos dessa metodologia agile é evitar o desperdício de recursos nas empresas, para que tudo ocorra de maneira mais enxuta — como o próprio nome do método dá a entender. Além disso, ela apresenta vantagens como:

  • aumento de produtividade e agilidade na execução das tarefas;
  • redução de custos desnecessários;
  • mais engajamento dos membros da equipe;
  • geração de valor para os clientes;
  • melhoria contínua e simplificação de processos.

Para implementar o método Lean na sua empresa, é preciso gerenciar todos os recursos — como tecnologias, pessoas e processos —, de maneira a entregar o melhor serviço aos clientes com o menor desperdício possível.

Algumas práticas e ferramentas que podem ajudar nisso são:

  • definição de objetivos claros, para que a equipe entenda o que a empresa está buscando ao implementar a metodologia Lean;
  • integração de áreas para facilitar a comunicação e eliminar gargalos/obstáculos que levam a desperdícios;
  • planejamento do projeto e padronização do fluxo de atividades;
  • mapeamento de todas as etapas dos processos — o que pode ser feito por meio da metodologia Kanban, da qual falamos anteriormente;
  • busca de melhorias contínuas, que podem ser alcançadas com a ajuda da metodologia Ciclo PDCA.

Scrum

O Scrum é bastante popular atualmente, principalmente no desenvolvimento de software — mas também pode ser aplicado em outros setores. O diferencial do Scrum em relação a qualquer outra metodologia agile é a forma como ele é organizado, já que apresenta papéis, eventos e ciclos bem definidos.

Um dos primeiros passos para a implementação do Scrum é a criação do product backlog, que lista todas as funcionalidades que precisam ser implementadas no projeto. Além disso, são definidos os papéis desempenhados pelos participantes, que são:

  • product owner — pessoa responsável por definir as funcionalidades do produto e a prioridade de desenvolvimento de cada uma delas. Isso define todo o andamento do projeto;
  • scrum master — pessoa responsável por garantir que o time siga todas as boas práticas da metodologia Scrum, sendo geralmente um líder ou gerente de projetos;
  • scrum team — toda a equipe de desenvolvimento do projeto faz parte desse grupo, que normalmente é pequeno, com cerca de dez pessoas.

Nessa metodologia agile, o projeto é dividido em vários ciclos de trabalho, chamados de sprints — que geralmente têm curta duração e são concluídos em menos de um mês. Em cada sprint a equipe foca em parte das funcionalidades presentes no product backlog, que são definidas em uma reunião chamada de sprint planning meeting.

Outras reuniões são:

  • daily scrum — reuniões diárias para planejar o trabalho e discutir o que já foi feito;
  • sprint review meeting — reunião feita ao final de uma sprint para verificar as funcionalidades implementadas;
  • sprint retrospective — reunião feita ao fim de uma sprint para analisar o que pode ser melhorado, planejando o próximo ciclo.

As principais vantagens de utilizar a metodologia Scrum são:

  • possibilidade de lidar melhor com imprevistos e se adaptar a mudanças;
  • mais transparência no andamento do projeto, tanto para o próprio time quanto para os clientes;
  • feedbacks contínuos obtidos durante as reuniões;
  • mais agilidade e eficiência nas entregas;
  • mais motivação para os membros da equipe.

A implementação de uma metodologia agile oferece diversas vantagens à empresa e aos seus clientes, tanto em termos de agilidade e eficiência quanto em relação aos custos do projeto. Além disso, é possível alinhar os benefícios da metodologia agile aos do modelo tradicional de gestão, de forma a extrair o que cada um deles tem a oferecer de melhor, de acordo com as necessidades do cliente.

Achou o conteúdo relevante para a sua área de atuação? Acompanhe outros artigos como este em nossas mídias sociais — estamos no Facebook, no Twitter e no LinkedIn.

Posts relacionados

Deixe uma resposta